terça-feira, março 28, 2006

Batalha contra a batata.

Uma dura e muito salutar batalha deu-se, este fim-de-semana, por terras de Miranda. Nós pauliteiros, como gente que sabe muito bem receber, trabalhamos, dia e noite, para mostrar esta tão admirada arte que é o nosso bailar. Mas, encontramos um grande oponente, por diante, que foi sem dúvida a noite... Mas foi tanta noite, tanta noite, que até deu para trocar os nossos admiráveis olhitos por umas belas batatitas, ainda por fatiar... Passemos, então, à explicação desta destemida batalha:
Tudo começou, ainda, na Quinta-feira, durante a noite, no Auditório Municipal. Foi a 1ª actuação deste fim-de-semana, envolvida nas comemorações da Semana Cultural, do Pólo da UTAD em Mirandado Douro. Nesta actuação, o espírito universitário pairava no ar.. Entre duas palavritas e um salutar convívio, lá se dava mais um saltito ao "Tostão" p'ra aquecer os jovens corpitos de Tunos e Pauliteiros.. até ao momento em que o nosso grupo deu entrada, em palco. E que entrada!!.. Foi tão bonito ver sair de entre o público pauliteiros suportando, nos ombros, o peso da capa pertencente ao traje académico da UTAD , até chegarem ao palco. Já em palco, foi notável o calor humano, transmitido, pelas centenas de universitários que enchiam o Auditório Municipal. Ao qual retribuí-mos, com uma das nossas melhores actuações.. (Ao pessoal da UTAD, um muito obrigado pela vossa simpatia e calor humano transmitido - esta última parte destina-se, porém, mais às jovens universitárias...).
Já depois da actuação, a animação continuou, primeiramente, no "Tostão", acompanhados pelos Tunos e, de seguida no Atalaia, noite a dentro..
Já na Sexta-feira, havia aulas, para a maioria dos nossos elementos, e deve ter sido difícil sair da camita..Deve, deve.. A noite começou com os ensaios, por volta das 21h00, aos quais, se seguiu uma actuação no "Atalaia Bar". Já foram perceptíveis, nesta actuação, alguns dos ilustres jornalistas, para os quais, iríamos actuar, no dia seguinte. Esta actuação no "Atalaia Bar", como não podia deixar de ser, também se prolongou, noite a dentro. Só que havia um senão...
No Sábado, pelas 8h00, era preciso estar bem acordado para receber os jornalistas que vinham conhecer, a nossa região. E, de facto, lá estava toda a gente prontinha para a actuação. Recebemos de bom grado (mas com grandes batatas sobre o olhar) tais personagens, na praça, encaminhando-os, de seguida, até à Sé Catedral. Finda a actuação fomos almoçar..Pela tarde, praticamos a nossa segunda melhor arte, o "conbíbio". Pela noite, tinhamos a festa de anos do Pauliteiro Daniel e também do "ex" ,mas sempre Pauliteiro Coelho, à qual, não podíamos faltar. E festa vem, festa vai e a certa altura já se misturava a festa de anos e o jantar de Jornalistas, que decorria no mesmo restaurante. Foi ao ritmo do "Grupo de Cantares dos Pauliteiros de Miranda" e do "Quinteto Reis 82" que a festa lá continuou, até chegar, mais uma vez, ao Atalaia Bar. E qual é a frase que aí vem?... Qual é?!.. Qual é?.. E foi festa noite a dentro....Ahh, mas não nos podemos esquecer do acompanhamento especial que tivemos no "Atalaia". Tiveram lá um grupo de moços chamados Galandum Galundaina...Conhecem??..
Agora pensem... quem, realmente venceu a batalha???... nós e os nossos guapos olhitos ou las batatitas??....
Uhm.. julgo que las batatitas.
Batatas - 1 vs Pauliteiros - 0
Mas, quem ri por último é quem ri melhor e, portanto, o nosso grupo tem em equação a aquisição de um novíssimo estojo de maquilhagem!!
Batatas nunca mais!! Queremo-las nos Batatais!! Bis

3 comentários:

Anónimo disse...

Viva!
Só uma pequena correcção, quem tocou na grande noitada não foram os Galandum mas quase: eram os irmãos Meirinhos de Fonte Aldeia com o convidado especial Tó Zé.
Um grande Abraço
PM

pauliteiros de Miranda do Douro disse...

Pronto xtava lá o PM, mas faltava o PP..lol

Daniel (dani boy) disse...

Oi pessoal,bem essa foi uma moite e pêras... ainda por cima com a minha festa de anos então foi um espetáculo... um abraço a nós e aos restantes pauliteiros existentes no mundo, e a palavra muito badalada em LLORET: shoarma.........