domingo, janeiro 20, 2008

Passeios de barco ganham "Óscar" do Turismo.

O projecto da Estação Biológica Internacional de Miranda foi o vencedor dos Prémios "Turismo de Portugal" na categoria “Natureza” que pretende distinguir iniciativas em ambiente natural que integrem os recursos naturais e contribuam para que o destino seja atractivo.
Este galardão é uma espécie de Óscares do Turismo, atribuído pela Secretaria de Estado do Turismo. Na edição deste ano o Júri teve de analisar 99 candidaturas, num investimento total de 180 milhões de euros, sendo 30 por cento na categoria "Cidade" e 29 por cento "Natureza".
A Estação Biológica Internacional de Miranda foi assim reconhecida pela sua mais valia em termos de turismo de natureza. Esta estação é o resultado de um investimento de dois milhões de euros e inclui um navio-escola que promove o ambiente e realiza percursos turísticos ao longo das Arribas do Douro Internacional, realçando a fauna, flora, geologia, etnografia da região e alguns projectos de conservação de habitats.
Este reconhecimento, segundo a rádio RBA, deixou satisfeito o operador e foi considerado muito importante pela Comissão Regional de Turismo do Nordeste Transmontano.
Agarra-me estes Palos,
nas
Arribas do Douro!

5 comentários:

Anónimo disse...

Quem muito fex por Miranda está mais uma vez a dar que falar ... Pois é há muito muito tempo que n tinhamos uma noticias destas pelas nossas terras.
Agora jovens temos que refletir o que queremos de Miranda.
Uma noticia sem as palavras " fechar/sair ", viva Miranda quem gosta da terra faz por ela.

Saudações
Ass: rubinho

Anónimo disse...

só é pena ser um espanhol a explorar tal riqueza mirandesa :( n se pode ser nem ter tudo dizem alguns...

saudaçoes Mirandesas
canecho

Nando disse...

É verdade sim senhor. Mas já que o é dever-se-ia apoiar e trazer os milhares de visitantes espanhóis que por lá passam à cidade de Miranda do Douro. Porque os únicos que visitam o barco e a cidade são os turistas portugueses que apenas representam 10% das visitas. Quanto aos espanhóis são trazidos até lá e depois levados de novo para Espanha para visitar e fazerem as suas refeições em aldeias do lado Espanhol.
Para isso é necessário não fazer como fez a Câmara de Miranda ao se colocar numa posição de guerrilha com o explorador do serviço em vez de trazer até à cidade mais 60.000 turistas por ano. Repito 60.000 turistas.

Deixem-se de políticas baratas o que interessa realmente é o desenvolvimento da nossa região!

Em comparação, por exemplo, com vale do côa que atrai somente 12.000 visitantes por ano, este passeio de barco atrai 60.000. Veja-se a diferença e a importância que pode ter para o desenvolvimento de toda a região.

Reflicta-se...
Saudações Mirandesas!

Anónimo disse...

Esse dito espanhol foi um homem com um olho em terra de cegos... Niguem viu o que ele viu e ninguem investia o que ele investiu. Depois de tudo correr bem, é facil criticar... Mais uma vez vos digo em bom tempo vinham coisas boas para Miranda, agora o que vemos é essas mm coisas irem embora ou n s aproveitarem.

Como diz o Nando reflitam, e vejam o que tinhamos o que conquistamos e o que perdemos o que estamos a perder e o que ainda vamos perder, é hora de nos unirmos e n criticar mas sim FAZER e TRABALHAR.

Ass: rubinho

manel disse...

Parabés ao sr. Espanhol que teve uma fantastica ideia de aproveitar a nossa fauna e flora para a divulgar e trazer pessoas as nossas terras!
Pena que não tenha sido um dos locais, mas não é por isso que perde o mérito
Que apareçam cada vez mais projectos que divulgam e elevam a nossa terra, culturalmente, económicamente e ecológicamente!