segunda-feira, outubro 29, 2007

Para quem nunca viu... Gato Fedorento no seu melhor!

41 comentários:

Tiêgui disse...

I quei ? yê suposto me fazer rir isso ? Yê de pouca bergonha !!! Yê mete-los nal tribunal i han de ber cum yê que se fala, y adonde eiles ben apanhar cul palo !
Stan ha fazer pouco de bos, de nos, nun bedes ??????????????????????????????????????????????????

KIKO disse...

Criticaram duramente o Grupo Folclórico da Casa Portuguesa del Edo Carabobo da Venezuela, por estes apresentarem uma dança dos paus um pouco ortodoxa, e agora vem aqui apresentar isto, esperando fazer rir??????

Estes senhores estão a fazer o quê???
Estes senhores estão pura e simplesmente a brincar com a dança e lingua dos meus ancestrais, o que eu não admito. è como se estivessem a brincar com a minha famìlia.

Porra Pauliteiros quem faz a selecção para este blog, tem que rever os seus critérios, pois como estão são uma merd..........

Como diz tiêgui, e muito bem, estão a fazer pouco de nós.

Se acham que tem muita gracinha eu NÃO NÃO E NÃO.

Tiêgui disse...

Pus tenes rezon ! Oh mucidade ! Que merda yê essa... yê purque son de la terbizon qu'ya son buônos u'l quei ?

Anónimo disse...

Stan-mos ha caguar nas poças !!!!!

pauliteiros de Miranda do Douro disse...

Humor.. chama-se humor, comédia...
Se nós mesmos gozamos conosco, porque não podem outros fazer piadas sobre os pauliteiros?

Cada um tem a sua opinião mas isto não é gozar com a cultura mirandesa, muito pelo contrário. Este "scatche" só mostra o quão importante é a cultura mirandesa, pois até o maior grupo de humoristas da actualidade a seleccionou e a saterizou.

Se bem sabeis o planalto é rico em representações teatrais, e muitas delas serviam para saterizar este e aquele de cada terra. Se a sátira teatral mirandesa é considerada cultura, porque não aceitais vós este vídeo?!

Faça-se humor, porque rir é o melhor remédio!

Saudações mirandesas!

youraposa disse...

Buonas!
You hai uns tiempos ya tenie posto este bídeo de ls gatos nel miu blog, porque pienso cumo ls pauliteiros.
Ye un bídeo de humor que, na mie oupinion, sierbe pa dibulgar ls pauliteiros inda mais.
Tal cumo eilhes dízen, se furan satirizados ye porque merecen destaque nel panorama de la cultura nacional, puis quien bei l porgrama de ls gato sabe cuncerteza que, ultimamiente, eilhes brincan con cousas amportantes, que dízen algo a las pessonas i nó cun cousas que naide quier saber.
Pariece-me, portanto, que nun hai mal ningún nel bídeo, que debe ser bisto apenas cumo ua brincadeira que ye.

Cun las melhores saudaçones,
Raposa.

Anónimo disse...

Pus you tamiên nun acho nada de malo nesse quelóqio, a nun ser al de se apresentar cumo um ruinico eisemplo de reles humor feito an pertués. Bal pu la propaganda que fai a Miranda!
Bengam muitos destes, mas biên apanhados! Este nun yê dal Gato Fedorento mas sí dal Siamés Boubiêlho!

Abelhón

Tiêgui disse...

Mas isso nun yê humor ! Yê fazer pouco !
I als queloquios nun tenen nada ha ber cun isso ! Fazies çatiras de la giente mas nunca de la cultura !

Senhores quando se fai çatira ambentan-se nomes i nun s'usan als nomes berdadeiros ! Pur isso yê fazer pouco i nun yê outra cousa !

Sodes miu coinecidos yê berdade, i pur isso muntoran aquessa merda de bidio...

Puôdo bos dezir que nun me gustou nada !

Mas bos yê que sabeis... que faloran de bos !

Tiêgui disse...

I outra cousa... Los queloquios Mirandêses éran anternos, al que yê cumpretamiente çfrente daquesse bidio que ten difuzon national...
pensai bien nisso, mirai palas çfrenças que son muitas. Aquisso nun puôde ser cumparado a un queloquio tal que los coinecemos !

Anónimo disse...

Chame-se cume cada um querga: quelóquio, bídeo, filmico, cousa pequerrechuca mal feita. Cada um que l batize cume l deia la gana.
Quelóquio fui al nome que you ancuntrei an mirandés para um "sketch" desses.

Y para falar la berdade num me sinto oufendido cu l qu'eilhes dizem ... a nun ser al pouco rigor que rebelam quando tratam uã lhéngua por um dialeto!!

Mas mesmo assí quiem perde són eilhes, po'la lebiandade cun que tratan al tema!

Abelhón

Kiko disse...

Recuem ao mês de Agosto, leiam os comentários mais indignados de Mirandeses com a dança do rancho da Venezuela de Edo Carabobo, estes sim estavam a fazer algo, leiam a amargura de um seu representante em relação ao comentários feitos, e agora vem dizer que isto é HUMOR ???

Porque não ficam agora chateados com esta trampa toda?

Isto meus senhores é GOZO.

Revejam com urgência o vosso senso de humor, pois está muito doente.

Anónimo disse...

kiko, revê tu as tuas definições.
A diferença entre este vídeo e esse que referes dos emigrantes é que os gato fedorento admitem que estão a gozar com os pauliteiros, mas este gozo é uma brincadeira. Já o vídeo dos emigrantes da Venezuela, supostamente não foi feito na brincadeira nem é gozo, pior eles apresentaram-se como pauliteiros de miranda, e os gato fedorento apresentam-se como perna-de-peru assadeiros de miranda. Para além disso qualquer pessoa que queira saber o que são e como são os pauliteiros de miranda basta-lhe fazer uma procura rápida no google. Por isso, sim é grave, aliás gravíssimo: o atentado ou assassinato cultural que aquele grupo "cultural" da Venezuela fez. Não se podem encarar as coisas com a mesma leviandade e comparar o que não tem comparação. Es te vídeo não ofende porque esclarece desde início que uma sátira, o outro que referes ofende e muito todos os mirandeses, pois deixou uma imagem completamente deturpada da Terra de Miranda, das suas danças, costumes e tradições.

Anónimo disse...

Tiêgi, primeiro que tudo aprende a falar e a escrever mirandês, não é por tu quereres que a língua vai mudar. Pelo que pude ver no teu blog, falas da influência de outras línguas no mirandês, caso isso tenha acontecido, garanto-te é perfeitamente natural, pois todas as línguas são influenciadas pelas vivências dos seus falantes e a regra para evoluírem é o facilitismo, entenda-se que as línguas com o tempo vão adquirindo formas mais fáceis e é normal que para isso outras línguas sejam tomadas como exemplos. Se as pessoas falam duma forma é normal que seja essa a expressa na escrita, para além disso parece-me muita presunção tua, quereres saber mais que os vários linguistas e especialistas com vastos currículos na área que elaboraram a convenção do mirandês. Em segundo lugar, este vídeo sim é um gozo, mas não é um gozo para ofender, pois admite-se desde o início que tal não passa duma brincadeira e também não debocha dos pauliteiros, porque têm o cuidado de fazer uma caricatura através dos perna de peru assadeiros. Tal como disse o abelhón, os pontos críticos do vídeo são mesmo o facto de terem confundido o mirandês com um dialecto, quando é uma língua oficial deste país, e da ideia do vídeo não ser das melhores conseguidas.
Quanto a mim, ofende-me isso sim, que as bandeiras que propuseste para a terra de Miranda enverguem as cores de Espanha, quando Miranda, ao longo de toda a História de Portugal, defendeu sempre a independência do país. Portanto, e tendo em conta todo o sangue mirandês derramado por Portugal, para não sermos mais uma província de Espanha, o que realmente ofende e parece gozo são as tuas bandeiras com as cores de Espanha.
Pensa primeiro e depois fala.

Tiêgui disse...

Burmeilho : guerra (contra Spanha, contra França,...).

Branco : Paç.

Amarielho : Riquezas.

Se nun sos capaç d'antander isso, pus bai a cultura que tu tenes, home !

Pus claro que las anfluencias de las outras lhiênguas son normales !!!! Quien te diç al cuntrairo ???
Sales-me cun cada ua ! You simplesmiente mostro esse factos ! I'l quei nun tengo dereito ???

Nun yê que nun quiêro saber mas que los lhiênguistas, solo penso an cousas (yê berdade que m'anganhei suôbre al "s" antervocalico, mas nun tuôbe tiêmpo de corrigir) i las pongo nal miu blog pra que la giente pense cunmigo nessas cuosas. Purquei ? Purque tengo curiosidade, simplesmiente.
Pide-lo a Antonho Barbolo Alves, presidente do CEAMM a ber se nun le tengo perguntado cuosas suôbre al Mirandês y la sue scritura.

Al Mirandês si yê un dialeto. Yê dialeto dal Sturiano. Mas an Purtual "solo" puôdie ser Lhiêngua, ya que ten poucas relaçones cul Purtuês actual.

Los Sturianos gustan bien de la mie bandeira !

Agora se t'oufendês de los dal Benezuela, nun stou a ber cum yê que nun te puôdes oufender d'aquessa merda !

Tu, mira bien. Cum yê qu'agora bas a splicar a un garoto que biou essa purcaria qu'al Mirandês yê ua lhiêngua ??? Han cum ? caralho, CUMO ????????

Cum yê que bas a splicar agora a un garoto de diç anhos dal Porto que la dança de los "Pauliteiros" yê ua dança nobre, han CUMO CARALHO DIC ALHA CUM QUE SABES TANTO ??????????????

Las danças dal Benezuela tenien al merito d'amostrar uas nuobas corregrafie, oufff inda bien, purque yê siêmpre la mesma cousa... çculpai mas yê assi.

Ne la scritura dal miu blog supongo qual Mirandês yê scrito desde l'eidade média, i anton yê pur isso que outeliso ua maneira Sturiana de screbir, acho que tengo dereito, i se nun stas cuntento puôdes me puner nal tribunal pur isso, stou a la spera !

Anónimo disse...

conho, you a ti recambiaba-te para las Sturias, la ostia...
foder, nun sabes falar doutra tierra?fala de cicuiro, que ye la tue!!!agora, se quieres dezir a un garoto del poro l que son ls pauliteiros, ya sabes, por 1200 euros, bamos alha...

Anónimo disse...

(risos)(risos)(risos)
tiêgi se queres escrever mirandês: aprende-o, já te disse. O Bárbolo Alves ainda sabe menos mirandês do que eu e oxalá eu soubesse mais.
1. Enquadra-te. Os putos do Porto com 10 anos, graças a este sketch sabem que existem pauliteiros e como têm internet, seja em casa ou na escola, a esta hora, se se deram ao trabalho de pesquisar sobre o que isso será (coisa que os venezuelanos não fizeram) já sabem mais sobre pauliteiros do que os venezuelanos (com o pormenor que ficaram a conhecer melhor algumas das tradições do seu país e agora quando um dia mais tarde falarem sobre os pauliteiros já não vão humilhar, enxovalhar Portugal, como de resto fizeram os venezuelanos, já que estamos em dia de "chamar os bois pelos nomes").
2. Bandeira: eu sei o saignificado das cores, mas pura e simplesmente elas têm um significado muito mais amplo e vasto e têm também conotações, neste caso muito negativas, que, igualmente, é preciso ter em conta quando se fazem estas coisas.
P.S.1- os putos do porto não são burros e sabem todos muito bem que o mirandês é uma língua oficial de Portugal, tens dúvidas? Pergunta-lhes. Não os julgues por ti. Eles são portugueses e os portugueses são dos povos mais inteligentes que conheço.
P.S.2-Tu não sabes mirandês, nem muito menos o escreves, por isso acho bem que comeces a avisar os visitantes do teu blog que aquilo que tu escreves, por ti gostarias que fosse mirandês, mas não o é, definitivamente.
P.S.3-Aqui, quem devia estar com raiva era eu, porque tu é que andas a deturpar a minha "lhéngua" e a desrespeitar a minha terra e o meu país. Ainda que tal não seja a tua intenção, é o que tens feito.
P.S.4-Revolta-te à vontade e o quanto quiseres, mas toda a gente tem direito a ouvir umas verdades de vez em quando.

Anónimo disse...

>P.S.1- os putos do porto não são burros e sabem todos muito bem que o mirandês é uma língua oficial de Portugal, tens dúvidas?

Pur acaso tengo dubidas, quando nin bos sabeis falar Mirandês, ya puôdes pensar ne las dubidas que tengo !

Tiêgui disse...

Caro anonimo,
se fussas tan Mirandês cum you 'l sou alhebantabas al tou culo dal sintalho, qual stas ha atafanhar culos peidos que mandas, i ampeçaries ha pensar an açones pra çfender la tue (?) lhiêngua/cultura/giente :

-cular un papel an que steia scrito los nomes delos pobos an Mirandês, ne las sinalizaçones, palos qu'inda nun 'l tenen (i son muitos...)... Miranda acho que sta nesse caso, no ?
-cuntactar "Michelin" pra que ponen los nomes de los pobos an Mirandês/Purtuês ne las proximas eidiçones dals mapas.
-Lhutar pra qu'al Mirandês seia berdadeiramiente Lhiêngua Ouficial, purque cursos optatibos de Mirandês, isso nun yê d'ua Lhiêngua Ouficial.
-Lhutar pra la tue (?) Ounibersidade que la stan a fechar pur rezones pulitico-sociales.
-Fazer pr'atrair nuôbos médicos que balen algo pra Miranda (purque los qu'alha stan, baia baia !).
-Fazer pra cunseguir ua cumbençon de tratamientos medicales cun l'ospital de Balhadolid, purque yê melhor de ser tratado an Spanha do que murer nal camino pal Porto !

Claro, you falo muito, sou talbeç un grande bazofias, mas se todes falan-se algo mas, talbeç que la nuôssa lhiêngua serie algo mas usada ! Se stubie-se an Purtual tantarie de fazer essas cuosas
an que bengo de falar, mas nun yê al caso, nun sou studante Purtuês y quien sou you pra fazer cumbençones anternationales ? Mirai teneis un presidiênte de la junta, no ?
Tamien quiero qual miu blog seia i por acaso yê ua maneira de juntar los Mirandêses i los Sturianos que falan (quaisque) cum nos !
I se por acaso nun stas cuntento pus inda puôdes fazer un blog que se pudera chamar "You sei... bie al ganbuzino de la raia i quiêro 'l fuder !"

I nun me steian ha dezir que you ambentei ua lhiêngua, purque l'antreduçon de digrafos Occitanos nua lhiêngua que ya mas de 1000 anhos (si 1000 anhos) que se scribe cun digrafos ambantados pur monges lhiêoneses (nn>ñ) i aprobeitados
dal lhatin (ll), s'isso nun yê ambantar al que ya fui feito, anton caralho ! Al Mirandês nun yê assi ten çfrente dal Sturiano cun se diç ne l'antreduçon de la cumbençon. Ide an "youtube" scuitar programas an Sturiano, ide an blogs lhiêoneses
ha ber cum eilhes falan, scriben i ya bereis que nun yê assi tan çfrente ! Mas claro, qual éra al Purtuês qu'iba ha screbir assi ? Ha ber se sodes un pouco mas abiêrtos, i nun seiades assi tan fechados nesse nationalismo Salazarista, purque nun se fai assi l'Ouropa, no nun se fai assi.
Teneis ua cumbençon de scritura i respeito-la an tode'los buôssos blog i sites. Nal miu blog scribo assi purque quiêro que seia ua ponte de ligaçon cun Asturias.
Hai pouco tiêmpo un amigo d'Oviéo fizo un forum para Mirandêses/Sturianos, qual fui al blog Mirandês que fizo/fai publicidade pra esse forum ? Ningun. I nun me digan que nun sabeis purque ber nal miu blog si fuetes alha, mas solo pra criticar purque solo sabeis fazer isso.
Resultado, nesse forum son Sturianos que fazen las noticias suôbre Miranda, si Sturianos, eilhes pul memos son abiêrtos i simpaticos !

Outra cousa; Leite de Vasconcelos nun pudie screbir cul los digrafos Lhatino-Sturianos (ll i nn) purque naquele tiêmpo inda éran usados an Purtuês i cum los sous leitores éran falantes de Purtuês, isso nun pudie dar (antig.Purt : ll>l nn>n, i.e : panno>pano). Açpuis al Padre Mourinho mal puoderie
usar los digrafos an que me refiro purque naquele tiêmpo éra la ditadura Salazarista, i habie que fazer cum eilhes querien se no, ya se sabe... Al purmeiro qu'ampeço ha eiboluir la grafie fui al Padre Preto nals sous "Bersos Mirandeses". Obra que cunsidero cum einegualada anté hoije purqu'ele fala
dal pobo sin truques, nin oubrigaçones puliticas. Agora nun digan qu'hai tradiçon de scritura cun digrafos Occitanos purqu'essa maneira de screbir siêmpre fui usada pur rezones tecnicas ou puliticas.

I cuntinuo, dezies que nun sei screbir Mirandês. Quien fui al purmeiro an alertar las outoridades cumpetientes suôbre la mal scritura dal Mirandês nal Museu, han quien ? Fuste tu talbeç ? Pus no, fui you ! Se nun biste aquielho cum staba inda tengo ende uns eisemplares.
Hai ua cumbençon i las outoridades publicas tenen que la respeitar, fui feita pra isso. Cum al puôdes ber, you tamien la respeito, ende. Mas nal miu blog quiêro screbir nua maneira çfrente, i acho que tengo dreito.


I al falar de la bandeira que fiç i de las guerras com Spanha. Pues essas guerras siempre furan guerras antre al gubiêrno Purtuês i al gubiêrno Spanhol. Al pobo Mirandês talbeç participou por ser furçado. Siempre oubo amizades antres los pobos Mirandêses i Alistanos i isso mesmo ne los
tiempos de guerra purqu'eilhes sabien qu'essas guerras nun éran nada cun eilhes. Al miu bisabo éra d'Arzelheira, sabes adonde yê Arzelheira ?
Quando oubo la guerra de los siêt'anhos, quando las tropas Franco-Spanholas chegoran nal Praino, antroran an Dues Eigreijas i lhuôgo al cura 'l bieno ha dar la bençon i pan pra eilhes quemeren ! Chamas isso guerra ? A mas tu scalhar sos de Miranda mesmo i pur isso hai muitas probabilidades que los
tous antespassados fussan d'alha baixo, los mius éran lhieonêses i yê talbeç por isso que pensamos çfrente. Pra mie essas guerras siempre fueran entre Purtual i Spanha, culos çfrentes pobos (Aldés) oubrigados an participar anque nunca pedieran nada a naide i siempre quejiran bebir an paç.

Outra cousa mas, se fueres an Cicuiro a pedir pur Tiêgui (que yê assi que muita giente me chama, anté los mius pais, apesar d'eilhes me teran dado outro nome), la giente dira-te que you
sou un bun rapaç, que fui eiducado a la moda antiga (cum eilhes dizen) i que sou mui respeituoso de las culturas i qu'ua de las lhiênguas que sei mas bien falar yê al Mirandês; Falo un Mirandês çarrado, cum eilhes dizen.
I si, tamien yê berdade que leio muito las cousas scritas an Mirandês, quando staba nal Porto, alha lie tod'al que staba suôbre Miranda ne la bibliotéca de la FLUP. I bou-t'ha dezir outra cousa, falo muito an Mirandês culos mius
pais i sabes purquei ? Purqu'eilhes nun tubiran bergonha de m'ansinar essa lhiêngua !

Pra mie esse bidio nun respeita essa cultura qu'ampeçou ha'mustrar-m'al miu abo Manuel, quando solo tenie trés semanas. Tu, que talbeç i spero que sos i que te sientes Mirandês, quando bes aquesse bidio claro que pensas que yê
brincadeira, mas isso yê purque miras cum'un Mirandês (ya mui anfluanciado, cum pessona, pul que ben d'ende d'alha baixo i de los outros sitios; la mundializaçon). Un rapazico dal resto dal peis que mira pra isso, al que bai ha pensar ? I nun so un rapazico... muitas pessonas fracas de spirito son anfluanciadas pur'esses tipos de programas.
So al nôme "gato fedurento" mostra al qu'isso yê, i por isso nun stou cuntento i digo-lo.

Anonimo, tenes los mius cumprimientos, d'ende de França.

P.S : Se Dius quejir manhana starei an Purtual pur alguns dies antre Miranda i 'l Porto, se quies darei-t'al miu numaro de terfone (96) i ya falaremos mas.

Anónimo disse...

>agora, se quieres dezir a un garoto del poro l que son ls pauliteiros, ya sabes, por 1200 euros, bamos alha...

Sodes bien nabos, nin bal la pena cumentar tal stupides.

Anónimo disse...

Adonde quereis chegar cum essas oufensas todas? Balerá la pena çcutir cume dous perros danhados?
Se um fala melhor mirandés do que outro, pus inda biên que asi yê.
Se toda la gente daprandisse a falar e a screbir cume um reixenhor naide se anrabiaba!!
A mi al que me parece yê que stais a falar cume duôs quemadres bigotudas nuã pega de buis!
Çculpai-me l'eimaige, yê apenas uã eimaige.

Abelhón

Anónimo disse...

L que ye presiso ie que se fale de nós nien que seia bien.
Anquanto falaren de nós (mirandeses i cultura Mirandesa an geral), ie purque saban que eisistimos i mos respeitan.
Dai graças purque ls Gato Fedorento usaran ua de las eimages mais auténticas de la cultura Pertuguesa pa las súes boubadas!

Dr Dre disse...

you dou bibas por se lhembraren dde nos, nin que seia ua cousa comica...agora, you tambien nun sei screbir mi bien an mirandés, porque na scola, infeliçmente, nada se daprandie.agora, çculpa l reparo, tiegui, mas se tenemos ua cunbençon,parece-me logico usa-la...mas dou-te muitas felicidades por seres tan antrebentibo nestes debates todos, inda que las oupiniones nun seian las mesmas.mal serie se fussen...

Anónimo disse...

(risos)
Pensei que eras só uma pessoa com ideias um pouco fora do lugar, agora parece-me que és mesmo um puto em ponto grande.
Se conhececes mesmo a História, como apregoas, saberias que as mudanças não se fazem do dia para a noite, levam tempo. São construídas com pequenas mudanças graduais. Todas essas tuas ideias podem ser muito bonitas, mas são como as teorias de Karl Marx: UTÓPICAS.
Não me admira que os teus pais te tenham ensinado a falar Mirandês, era o que eles falavam e sabiam. Ninguém lhes pedia que inventassem, honra lhes seja feita. Admiro todos os que ensinam Mirandês aos filhos, embora não admire os filhos que não aprendem o que os pais lhe ensinam.
Acho graça ao facto de pensares que todos os nossos problemas se resolvem com a cooperação com Espanha, mas a verdade é que se muitos portugueses não tivessem fugido às dificuldades e achado que era melhor trabalhar como uns mouros para desenvolver o país dos outros e não o deles, possivelmente Portugal hoje estaria melhor. Sim, porque ir para trolha ou para mulher das limpezas em Portugal é uma vergonha, mas nos outros países já não tem mal nenhum! Poderás sempre dizer que quem cá ficou, como são pessoas mais corajosas e sem medo das dificuldades poderiam ser melhores que as anteriores e ter trabalhado mais. Isso é verdade, porém quem trata de tais leis são as autoridades políticas. E, infelizmente, as pessoas como tiveram de trabalhar para em pouco mais de 30 anos de democracia lavarem a cara ao país (sim, porque Portugal passou de um dos países mais atrasados do mundo para um dos mais desenvolvidos neste espaço de tempo, quem não acredita que compare e veja as mudanças) não tiveram tempo ou paciência ou oportunidade para estudarem e adquirirem formação que agora lhes permitisse escolher as melhores propostas políticas nas eleições, o que as leva a optar por quem lhes oferece um emprego do estado precário e com salário mínimo ou uns kg de vitela ou uns kg de bacalhau ou umas notas de 50€, em relação a candidaturas que têm propostas sérias para o desenvolvimento do concelho. Parece-me que neste aspecto também não podes falar, porque como tens origens em Cicouro e lá ganha sempre o PSD, os teus avós votaram em Manuel Rodrigo, que no seu último comício das passadas eleições autárquicas afirmou para quem quisesse ouvir que não se importava nada que o pólo da UTAD de Miranda fechasse, em suma, disse que se estava a marimbar para o assunto. Essa mesma pessoa que quando o pólo abriu se comprometeu publicamente a imediatamente começar a construir instalações para o albergar. E vens-me dizer que eu é que não me preocupo com Miranda e que fazias e acontecias? Começa pela tua família, dizendo-lhes para que analizem todas as listas propostas antes de votarem. Que eu, no que está ao meu alcance, voto em consciência para mudar para melhor, se possível.
Já não acho tanta piada ao facto de desligares Miranda de Portugal. Quando afirmei que sangue mirandês tinha sido derramado para defender Portugal, não me referi apenas às guerras entre os dois países. Referi-me também às guerras que existiram sempre que houve crises de sucessão em Portugal e os espanhóis tentavam assumir o poder. Nessas alturas, Miranda sempre esteve ao lado dos herdeiros que defendiam a independência. Basta ires a um qualquer livro de História para o confirmares. Nós Mirandeses somos Portgueses, porque o quisemos e assim optamos sempre que tivemos hipótese de escolha, não venhas dizer que eram opções do governo central, porque muitas eram mesmo locais. E sim os povos davam-se, mas nem tanto como tu pensas. Convido-te novamente a investigar a História, verás que os casamentos entre portugueses e espnhóis apesar de normais, não eram assim tão frequentes ou tão bem aceites pela sociedade da época, tal como continuam a não ser bem aceites pela actual. Experimenta ouvir opiniões de pessoas da geração dos teus pais e avós sobre os casamentos que conhecem entre portugueses e espanhóis, se as pessoas forem sinceras dir-te-ão que não acham aquilo um bom casamento (atenção esta não é a minha opinião, mas sim a que irás ouvir, se as deixares falar).
Acho, de facto, fantásticas todas as justificações que encontraste para que a escrita não fosse de encontro àquilo em que acreditas. A maioria delas contraditórias, veja-se a título de exemplo a do padre Mourinho, antes do 25 de Abril apenas se podia falar Português, por isso ao dizer que escrevia noutra língua já estava a afrontar o regime. Uma vez que o fazia, fazia-o como acreditava ser o Mirandês. Não me venhas a mim dizer o que ele pensava: ao contrário de ti, eu conheci-o e sei o que ele pensava, portanto não fales por quem já não está cá para se defender. Isso eu não tu permito, definitivamente, porque já não é ofender-nos aos Mirandeses, é ofender a memória de um dos maiores Mirandeses, que muito fez por esta terra. O mesmo se passa quanto ao padre Preto, também não o conheceste. Ele contribuiu para a evolução da escrita do Mirandês, é um facto, isso é verdade. Mas ele, tal como José Francisco Martins, era um amante da língua, sem formação académica. Tenhamos calma e consideremos todos os factos antes dos julgar como mais nos convém, ou melhor, como mais te convém.
Falas também de aproximar a escrita do Mirandês da do Asturiano. Outra coisa interessante: caso ainda não tenhas percebido é normal que essas línguas tenham um tronco comum visto que ambas descendem do Latim, contudo são línguas diferentes, como tu próprio admites, logo é normal que tenham regras de escrita diferentes e se escrevam de forma diferente^(se assim não fosse seriam, provavelmente, a mesma língua). E lá voltamos à tua prepotência em querer saber mais do que um dos maiores linguistas Portugueses vivos, como é o Ivo de Castro que foi um dos elaboradores da convenção do Mirandês a par da Manuela Barros e do Domingos Raposo e que não foram apenas corpo presente como António Bárbolo Alves ou Marcolino Fernandes, nas reuniões para a elaboração da mesma. Mais uma vez te digo para teres calma antes de falares. Não sabes o que vai por detrás dos panos.
Novamente digo que a forma como falas dá a entender que Miranda não faz parte de Portugal. Parece que preferirias que fosse Espanha, pois dás mais uma vez a entender que lá tudo é melhor. Algumas serão, a maioria acho que não.
Mas ninguém te obriga a ser Português, até porque não somos nós que o escolhemos. São os nossos pais que o escolhem e eu agradeço aos meus terem escolhido fazerem-me nascer e terem-me criado neste país e nesta terra. O meu corpo, o meu coração e a minha alma são, tal como o padre Manuel Preto que tu citas, de Miranda. Entendo que também quisesses sentir isto, que também quisesses ser isso. Mas não o és, e enquanto te comportares como um francês, tal como tens feito, nunca o conseguirás entender, quanto mais sê-lo.
P.S.1- Não tens o direito de falar nos meus antepassados, não to admito, pois eu tenho tanto orgulho neles, quanto eles teriam em mim se fossem vivos. Que desrespeites os vivos é uma coisa, as coisas acabam por se concertar (não me entendam mal), mas os mortos, Thierry (que nem nome Português, tiveste a honra e privilégio de ter e talvez por isso a tua família te chame tiêgi), são alguém que perdura na memória e que vive através dos seus descendentes. Os meus antepassados deram a vida por este país nas várias guerras, sempre com honra e orgulho. O meu bisavó, por exemplo, viveu toda a vida com uma ferida na perna que ganhou na juventude, quando defendeu Portugal na I Guerra Mundial. Não me orgulho, como ele não se orgulhava do nosso país ter participado numa guerra que matou milhares. Mas orgulho-me como ele se orgulhava deste país, e darei tal como ele daria, se necessário, a vida pelo meu país. Não tornas, portanto, a ofender os meus antepassados, até porque muitos deles foram decisivos para desenvolver este concelho e deram tudo por estas gentes. Que direito tens tu de falar neles?
P.S.2- Não tenho nenhum problema com outras culturas, admiro-as, aprendo-as, mas contudo preservo e vivo a minha, que não gosto que desrespeitem ou deturpem, como tens feito e por isso, após me cansar das tuas palhaçadas, escrevo aqui.
P.S.3- Bela introdução a tua, eu nunca te ofendi ou mandei a alguma parte, exarcebo por momentos a linguagem, pois quando ofendem o meu país, a minha terra, a minha "lhéngua" e as minhas gentes é obvio que tal me desagrada.
P.S.4- Eu, ao contrário de ti, consigo ter sentido de humor, ver gato fedorento, rir-me das suas piadas, conseguindo ao mesmo tempo ter sentido crítico para com elas e ter as minhas próprias opiniões, muitas vezes divergentes das dos gatos. Eu não sou como muita gente que agora está a aparecer, que adora gato fedorento, mas diz que não gosta ou discorda só para dizer que pensa pela sua própria cabeça.
P.S.5- Quando estou no Porto, em Coimbra, em Lisboa ou qualquer outra parte do país e digo que sou de Miranda toda a gente me pergunta se sei falar Mirandês e pedem que lhes ensine, o que eventualmente faço (transmito o que sei correctamente, pois esforço-me por não deturpar a "lhéngua" ao contrário de outros como tu). Não digas, portanto, que não sabem o que é o Mirandês, sabem. Tenho essa experiência e também posso dizer que a curiosidade é sempre muita. E o sketch, não fez mal nenhum à ideia que as pessoas já tinham, pelo contrário. O que faz mal ao Mirandês é tentar igualar a sua escrita à das línguas de Espanha, como tu fazes, já que cria nas pessoas a ideia de que o Mirandês é espanhol, o que é, como todos sabem, mentira.
P.S.6- Senão escrevo em Mirandês é porque me parece que preciso de mais algumas aulas, para não fazer como tu Thierri: inventar a língua a meu bel-prazer. Sou arrogante, mas nem tanto. Sim, é verdade, eu admito que tenho defeitos ao contrário de ti.
Por último, digo-te que no teu último texto demonstraste para quem ainda tivesse dúvidas, que és francês, definitivamente. Só um francês consegue mandar uma pessoa à m**** no início do texto e cumprimentá-la no fim. São os franceses que acham muito giro admirar outras culturas e tentar reproduzi-las na sua vida, mas depois querer mudá-las para a sua conveniência. Coisa que nunca conseguem, pois a única coisa que fazem é falar. Veja-se o tratado europeu: rejeitaram-no, mas agora ajudar a fazer outro como era coisa para dar trabalho, os outros estados-membros que o fizessem (ou melhor os "burros dos portugueses", como eles nos consideram, que o fizessem) que eles estão muito ocupados a discutir o divórcio do Sarkozi. Seres fantásticos, mas sem a nossa alma saudosista. Concluo, sem falsas declarações ou ironias, ao contrário do que tu, de resto, fizeste.

Anónimo disse...

A conversa está demasiado chauvinista e sem jeito nenhum. Não consegui acabar de ler.
Fiquei com náuseas.
Apenas digo: só fala assim dos "emigrantes" quem nunca teve necessidade em fugir á fome ou privações que tais. Por muito que custe, ainda hoje os nossos melhores cérebros e quadros empreendedores estão lá fora.
Sair deste país, mesmo que por pouco tempo, alarga vistas e perspectivas do mundo.
Quanto às melhorias em Portugal ... existem, mas quem tomamos como bitola?
Os colégios dos filhos da Maçonaria e da Opus Dei?
As escolas onde estudam os filhos de operários das ilhas industriais espalhadas por este país?
As jogadas na bolsa e o tráfico de influências?
Ficamos por aqui. Política chega.
E quanto ao saber, aceitam-se lições, não de quem saiba mais mas de quem faça melhor!

PS.: Se alguém fez "figura de corpo presente" ... dito aqui assim do alto do pedestal até parece uma humilhação gratuita.

Anónimo disse...

QUE ISTO FIQUE NA HISTÓRIA.

MIRANDA TERRA DE:

POSTA MIRANDESA

BURROS MIRANDESES

E AINDA.......

PERNAS DE PERÚ ASSADEIRO

GRUPO DE PAULITEIROS DE MIRANDA

VIVA.................

Anónimo disse...

Ao AnónimoDoTextoGrandeQueNãoConseguiAcabarDeLer, só falta colocar o número de filiado no PS.
Percebemos finalmente a razão de Portugal ser o que é!
E que só os do PS é que trabalham, os outros estão de corpo presente.

Anónimo disse...

Las cabeçadas de las mulas, a bezes, teniên uãs espantadeiras para que num mirassem pa ' los lhados.
Assí, era más defíçil dar algun rudión e atirar cum las alforjas ou al feixe de ferrián.
Yê tiempo de deixar essas cabeçadas spinduradas nas loijas e caminar sin apeiros que toldan las bistas.
Al camino yê lhargo!!
Faer del un carreirón, amperrunha las eideias.

Abelhón

Thierry disse...

Anonimo,
fiquei muito contente de ler o teu comentario, não a sério não estou a brincar.
Olha acabei o meu curso i cria ficar agora trabalhar em investigação em Portugal durante ums anos so pra estar mais perto de voces, mas não me aceitoram...

Resultado volto pra França.

kiko disse...

Lá vem a porra da política a misturar-se com isto tudo.

Têm que por essa porcaria em tudo o que se diz e se escreve?

Deixem a política para São Bento.

Anónimo disse...

porra, incrível um país tão pequeno e com tantos bairrísmos... é sinónimo da nossa pequenez no mundo.

ficar ofendido com um sketch desdes... sinceramente, parece-me que algumas pessoas querem regressar ao 24 de Abril.

e não, não sou mirandês, mas tenho uma simpatia pela vossa cultura, mais concretamente em relação à música.

um abraço da Madeira (por aqui também existem muitos que gostavam de voltar ao 24 de Abril :) )

Zeek disse...

Gato Fedorento pa sempre!
E claro, os Monty Python também :D

sempre ouvi dizer q o sentido de humor é sinal de inteligência.
e mais não digo :)

Anónimo disse...

E ser achincalhado é sinal de burrice
E mais não digo também :(

Anónimo disse...

Ao ver blogs como este sinto vergonha de ser Mirandesa...

Anónimo disse...

Nunca te envergonhes da tua condição de mirandesa.
Tem orgulho nisso e defende-a.
Ânimo minha linda......

Anónimo disse...

Nunca te envergonhes de ser mirandês.
Vai a este blog e já te animas:

www.nuobas.blogspot.com

Boubiêlha disse...

Oh, c'un caneco!

Reconcho homes, tenei más respeito uns puls outros, más que nun seia porque sodes todos mirandeses. Estas cumbersas nun son grande cousa para mirandeses que tanto gústan de la lhéngua. Nun ténen puonta por onde se l pegue.
Se stán an Frância ou nó, se son de la raia ou de Fuonte Lhadron, qu' amporta? Son mirandeses i basta.

You tamién sou mirandesa i beni a parar eiqui sin querer. Nin sabie que eijistie este blog i fiquei lhougo mui cuntenta, si pensei que iba a daprender algua cousa de la lhéngua mirandesa i, anté, de la cultura, cun las gientes de la mie tierra, qu' andán pula anternet. Anté pansei qu'iba a trocar eideias..., mas nó, nó, isto porqui yê outra cousa.

Oulhai, nun rejisti an bos deixar eiqui este "post"..., ai Jasus, ai Jasus, estas cumbersas son ua bargonha, bos nun pensais muito quando screbis, hora si?
Pareceis uas quemadres cul culo pa la porta. Yá bistes cumo bos oufendeis uns als outros? Para quêi? Quedestes más cultos? Fazistes algua cousa que s'aprobeite pula nuossa lhéngua, cun essa linguage?

Pula mamória de ls nuossos bisabós, i de todos ls que bénen antes d'eilhes, que mos ansinórun a dezir las cousas cumo las dezimos (c' un alguas bariantes antre alguas aldés), nun bos ancacharriceis cun cousas que nun bálen la pena.

Ls GATOS FEDORENTOS falán de todo l que hai para falar de más amportante n' el paíç. Se fui de la melhor maneira, nun l sei dezir. A mie, nun me afrontán, parece-me que la lhéngua si sale a ganhar porque se fala deilha, seia de que maneira fur. Spicaça las pesonas, faç-las querer saber más.

Deixo-bos un cunseilho, an beç de bos mordirdes culas palhabras i de murdirdes als outros de quien falais (cumo yê l causo de l Mestre António Bárbolo Alves i de l Porsor Marcolino Fernandes, pesonas que fazírun i fázen algo pula lhéngua, seia qual fur la quelor política que parqui nun amporta), studai l mirandés de que tanto quereis gostar.
Pulas buossas faladuras inda teneis muito qu'andar. Ponei-bos a camino, oulhai qu' apuis nun teneis tiempo.

Anónimo disse...

It is аppropriatе time to make some plаns fоr the future and it iѕ time to be happy.
I have read this pοst and if I could I desiгe to suggeѕt you ѕоme іnteгesting
things or advice. Mаybe you cоuld write next artіcles refeгrіng to this aгticle.

I want tо read more thingѕ about it!


my web-sіte - buy hcg drops

Anónimo disse...

Inсredible points. Sοlid arguments. Кеeр up
the amаzing effort.

Here is my wеb sitе; quickest way to lose weight

Anónimo disse...

Woω, fantastic blog layout! Hοw long have you been blogging fοг?
you made blοggіng looκ easy. The ovеrall look of your sіte iѕ
excеllеnt, let alone thе content!

Feel fгee to νisit my wеblog ... hcg diet programs
Also see my page: homeopathic hcg drops

Anónimo disse...

Great delіѵeгy. Sound arguments.
Keep uρ the gοod sρirіt.

Ηеre іs my page :: hcg diet plans

Anónimo disse...

Remаrκable thіngs heгe. I'm very glad to see your article. Thank you a lot and I am taking a look forward to contact you. Will you please drop me a mail?

Visit my site - hcg injections