sexta-feira, outubro 26, 2007

1º Congresso Internacional da Gaita de Foles Mirandesa.

"Nos próximos dias 1 a 4 de Novembro de 2007 realiza-se em Miranda do Douro e Vimioso o 1º Congresso Internacional da Gaita-de-Foles Mirandesa.
Este congresso é o corolário de um projecto de Investigação que decorre formalmente desde há cerca de um ano, no entanto, fundamentado no trabalho de especialistas que desde há mais de 20 anos investigam e trabalham com este instrumento tradicional popular Português, reconhecidamente em vias de desaparecimento por substituição por outro tipo de instrumentos alheios à tradição de Terra de Miranda.
Após um estudo que promoveu a recolha e reunião de dados sobre a maior colecção de instrumentos ancestrais deste tipo jamais reunida em todo Planalto Mirandês para efeitos de estudo sistemático, medição, verificação de afinação e de outras diversas características acústicas e morfológicas, incluindo nessa amostra, múltiplos exemplares de instrumentos com mais de 200 anos de idade, as conclusões sobre as afinações e timbres tradicionais proporcionam uma base de conhecimento válida para que, através de um processo de Padronização, se possa enfim preservar a autenticidade e as características únicas deste tão interessante e arcaico instrumento.
Estarão por isso presentes alguns dos mais reconhecidos especialistas nacionais e estrangeiros no campo da música tradicional e da EtnoMusicologia para conhecer alguns dos resultados e conclusões do "projecto Gaita Mirandesa", levado a cabo pela Associação Cultural Galandum Galundaina, e para debater a Padronização da Gaita de Foles Mirandesa num Congresso Internacional onde se falarão 6 línguas, oficiais e minoritárias, mas todas ligadas à tradição das Gaitas de Fole Europeias: Português, Castelhano, Francês, Occitano, Galego e Mirandês, num ciclo de 4 dias de trabalho, para que se Padronize e Reconheça a Gaita de Foles Mirandesa, passo indispensável à garantia da sua permanência, no horizonte dos instrumentos tradicionais e populares Portugueses."

5 comentários:

Tiêgui disse...

So tenho uma critica... Sempre avisais no ultimo momento...grrrr

kiko disse...

Eu também tenho outra crítica.
É gaita de FOLE.
A não ser que também tenham inventado uma com mais que um fole.

Tiêgui disse...

Anté dirie que yê "gaita de fuôlhe" ;-)

kiko disse...

Muito bem dito

Anónimo disse...

Eu tenho uma sugestão:
Primeiro entendam-se quanto à padronização da gaita (ver JN de 05-11) e depois dêm-lhe o nome de gaita de fole, gaita de foles ou al que antendirdes!!
As pessoas não se entendem quanto ao fundamental - preservação da originalidade da gaita sem influências escocesas como aconteceu com a gaita gallega - porque estão em desacordo com o seu layout, ou lutam por protagonismo?